Associação dos Produtores e Comerciantes de Sementes e Mudas do Rio Grande do Sul

Sexta-feira, 18/08/2017. Bom dia. Seja Bem-vindo(a)!

Bolsa de Sementes

Consulte aqui a disponibilidade de sementes de nossos associados.

Legislação

Consulte aqui a legislação sementes/agrícola.

Associados

Área Restrita.

Esqueceu a senha?

Câmara setorial do arroz discute as perspectivas para o setor - 26/09/2013

A Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Arroz do RS se reuniu na tarde desta quarta-feira (25/09), na sede da Secretaria de Agricultura Pecuária e Agronegócio (Seapa) para discutir três assuntos específicos entre eles, a atual situação da cadeia produtiva do arroz e as perspectivas para o setor orizícola.

O secretário da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi, deu início à reunião sugerindo que fosse realizado um Grupo de Trabalho (GT) para apresentar o conjunto de ações da cadeia com um posicionamento que será levado a conhecimento do Governador do Estado. “Este grupo servirá para orientar quais as reais necessidades da cadeia e para criar um plano de ação para o setor”, destaca. O GT terá dois representantes da indústria, dois representantes dos produtores e dois representantes do governo.

O presidente do Instituto Rio Grandense do Arroz (Irga), Claudio Pereira, os avanços e as perspectivas da cadeia produtiva nos últimos anos, destacando as principais ações realizadas pelo Irga, tais como a realização do concurso público, a nova cultivar de soja e as principais melhorias na pesquisa e extensão rural para a rotação de culturas e os sistemas integrados de produção. “Também é importante salientar a nova política tributária que fortalece a indústria, os produtores e o governo e impõe limites a entrada de arroz de fora do país no Estado”, acrescenta Pereira.

Entre as questões importantes para o futuro do setor, Pereira, lembra que a manutenção da qualidade do arroz; a redução de custos de produção; ampliação de armazenagens no sistema privado entre outros são ações fundamentais para a orizicultura.

O presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Estado do Rio Grande do Sul, Henrique Dornelles apresentou a evolução dos custos de produção nas últimas sete safras. “O produtor está com problemas com o atual modelo, principalmente no que diz respeito aos fertilizantes e os agroquímicos”, acredita.

Fonte: Irga

Rua Apassul, 10, Bairro São Geraldo
Passo Fundo - Rio Grande do Sul - CEP 99025-130
Fone: (54) 3314-1799 / Fax: (54) 3314-6123
apassul@apassul.com.br