Associação dos Produtores e Comerciantes de Sementes e Mudas do Rio Grande do Sul

Sábado, 16/12/2017. Boa noite. Seja Bem-vindo(a)!

Bolsa de Sementes

Consulte aqui a disponibilidade de sementes de nossos associados.

Legislação

Consulte aqui a legislação sementes/agrícola.

Associados

Área Restrita.

Esqueceu a senha?

Condições climáticas serão determinantes para safra de soja no RS - 13/02/2014

Com quase 90% das lavouras de soja em floração e enchimento de grãos – fases em que as plantas são mais suscetíveis à falta de umidade -, as condições climáticas dos próximos dias serão determinantes para a cultura da soja no Rio Grande do Sul. “Até o momento, registramos problemas e perdas pontuais em algumas localidades, o que não deve afetar a produção como um todo. Entretanto, se não tivermos chuvas nos próximos dias, a safra estará comprometida”, afirma o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, Alencar Paulo Rugeri.

Conforme informações divulgadas pela Emater/RS-Ascar nesta quinta-feira (13/02), a previsão meteorológica para o período de 14 a 20 de fevereiro indica chuva significativa em todo o Estado, principalmente nas regiões próximas a Santa Catarina, na Serra do Nordeste e na região de Torres. As temperaturas devem diminuir consideravelmente até a segunda-feira (17/02), com mínimas entre 13°C e 19°C. No decorrer da semana, as temperaturas se elevam gradativamente e o ar fica bastante abafado. As máximas previstas ficam em torno 32° C e 35°C, nas regiões mais quentes do Rio Grande do Sul.

Algumas lavouras começam apresentar problemas com a falta de umidade, como queda de folhas e de vagens recém-formadas. Além disso, as altas temperaturas registradas em algumas regiões provocaram o abortamento floral em diversas lavouras. “A ocorrência de chuvas de forma generalizada deve reestabelecer o potencial produtivo da soja”, explica Rugeri.

As condições climáticas também prejudicaram as lavouras de milho que estão em floração e enchimento de grão. Estas áreas, por terem recebido pouca chuva, começam a apresentar sintomas de estresse hídrico, o que reduzirá a produtividade final da cultura. Por outro lado, as áreas já colhidas apresentaram excelentes resultados, fato que poderá contrabalançar positivamente a média estadual. A perspectiva de boas chuvas na próxima semana traz alento aos produtores que possuem lavouras em fase de risco.


Fonte: Emater/RS - Ascar

Rua Apassul, 10, Bairro São Geraldo
Passo Fundo - Rio Grande do Sul - CEP 99025-130
Fone: (54) 3314-1799 / Fax: (54) 3314-6123
apassul@apassul.com.br