Associação dos Produtores e Comerciantes de Sementes e Mudas do Rio Grande do Sul

Sexta-feira, 18/08/2017. Bom dia. Seja Bem-vindo(a)!

Bolsa de Sementes

Consulte aqui a disponibilidade de sementes de nossos associados.

Legislação

Consulte aqui a legislação sementes/agrícola.

Associados

Área Restrita.

Esqueceu a senha?

APASSUL apoia MONSANTO na conscientização sobre INTACTA RR2 PRO™ - 01/04/2014

A MONSANTO iniciou o ano de 2014 realizando um trabalho de esclarecimento sobre a soja INTACTA RR2 PRO™ junto aos produtores de sementes do RS. Para isso, foram realizadas reuniões na sede da APASSUL (Associação dos Produtores e Comerciantes de Sementes e Mudas do Rio Grande do Sul), em Passo Fundo. O lançamento oficial da política comercial para a nova tecnologia deve acontecer no mês de março.

Representantes da empresa reforçaram a importância de segregar a produção da INTACTA RR2 PRO™ na colheita para facilitar a identificação da tecnologia na hora do recebimento. Cerealistas, cooperativas, produtores e distribuidores da semente contendo a tecnologia INTACTA RR2 PRO deverão ser previamente licenciados para o plantio, distribuição, comercialização, multiplicação e recebimento.

A MONSANTO solicitou o apoio da APASSUL para conscientizar os consumidores sobre as vantagens da aquisição de sementes INTACTA legais e certificadas. Salientou-se que a venda deve ser atrelada à assinatura do termo de licenciamento fornecido pela detentora da tecnologia por meio dos parceiros em todo o estado.

Quando utilizada fora das premissas da lei de cultivares ou sem o devido licenciamento da MONSANTO, os produtores deverão pagar pela tecnologia 7,5% sobre o volume comercializado (royaltie pós-plantio). De acordo com a MONSANTO, todas as lavouras de INTACTA RR2 PRO do RS da safra 2013/14 já tiveram o valor da tecnologia pago na compra da semente, logo, não haverá essa modalidade de cobrança nesta safra. A empresa informa que acompanhou rigorosamente os volumes produzidos e que não houve vazamento de sementes no mercado.

Em todo o Brasil, os produtores têm duas opções de escolha: podem optar pela assinatura do termo de licenciamento para a utilização de cultivares contendo a tecnologia INTACTA RR2 PRO™ ou pelo termo de licenciamento e quitação geral, o qual oferece um bônus de R$18,50 a ser utilizado durante as quatro próximas safras e também a quitação recíproca de valores da tecnologia para soja RR. Entretanto, no Rio Grande do Sul, uma ação movida pela FETAG/RS proibiu a oferta do termo de licenciamento e quitação geral no estado desde o dia 26 de novembro de 2013. Por entender que essa ação tira o direito de escolha do agricultor, a APASSUL agirá legalmente para tentar garantir que esse termo possa voltar a ser oferecido aos produtores gaúchos.

A MONSANTO reafirmou seu compromisso de continuar produzindo cultivares da soja RR, garantindo a oferta para sojicultores que optarem por não semear as cultivares com a nova tecnologia. A empresa também reforçou que a eficácia da INTACTA RR2 PRO por longo prazo dependerá da adoção de refúgio e recomendou o plantio de 20% da área com materiais que não pertençam à segunda geração da soja transgênica.

A empresa estima que entre 25% e 30% da área homologada para produção de sementes de soja no RS nesta safra tenha sido plantada com cultivares INTACTA RR2 PRO™, e garantiu que o número de cultivares com essa tecnologia deverá aumentar significativamente nos próximos anos. Atualmente, de acordo com a MONSANTO, há 38 cultivares INTACTA RR2 PRO™ no Brasil; na próxima safra, este número deve subir para 65. Na safra em andamento, aproximadamente 3.600 agricultores no RS estão conduzindo lavouras com a tecnologia.

Mesmo com a preocupação crescente dos agricultores com relação às lagartas, como a Helicoverpa armigera, a MONSANTO afirma que o principal benefício trazido pela segunda geração de soja transgênica é o ganho em produtividade, além de controle e supressão contra as principais lagartas que atacam a cultura.

Os representantes da empresa informaram que vários mecanismos foram criados para contemplar algumas peculiaridades que podem vir a ocorrer no sistema para garantir que o agricultor obtenha uma semente de qualidade e pague um peço justo pelo produto.

Eles destacaram, ainda, que já há estudos por parte da Monsoy no sentido de comercializar sementes por número (200 mil por saco), ação que já é realizada na cultura do milho e por alguns produtores do norte do Brasil.

Mais informações sobre a INTACTA RR2 PRO™ podem ser obtidas pelo Disque Intacta: 0800 940 7088.

Participaram dos encontros Marcelo Gatti, gerente de marketing soja da MONSANTO, Tales Pezzini, gerente regional de soja – Sul, além de Filipe Romano e Rafael Mendes, representantes técnicos de vendas da empresa. Também estiveram presentes Efraim Fischmann, presidente, e Antonio Eduardo Loureiro da Silva, diretor administrativo da APASSUL, colaboradores, conselheiros e diversos produtores de sementes associados à entidade.

Fonte: Marianna Rebelatto
Assessoria de imprensa APASSUL

Rua Apassul, 10, Bairro São Geraldo
Passo Fundo - Rio Grande do Sul - CEP 99025-130
Fone: (54) 3314-1799 / Fax: (54) 3314-6123
apassul@apassul.com.br