Associação dos Produtores e Comerciantes de Sementes e Mudas do Rio Grande do Sul

Sábado, 16/12/2017. Boa noite. Seja Bem-vindo(a)!

Bolsa de Sementes

Consulte aqui a disponibilidade de sementes de nossos associados.

Legislação

Consulte aqui a legislação sementes/agrícola.

Associados

Área Restrita.

Esqueceu a senha?

Governo do RS lança Plano Safra estadual e garante R$ 2,74 bi para investimentos no campo - 10/06/2014

Município com maior concentração de minifúndios da América Latina, com mais de 11 mil propriedades, Canguçu foi palco nesta segunda-feira (09/06) do lançamento do Plano Safra Estadual 2014/15 do RS. Com 66 medidas de apoio à agricultura, a quarta edição do programa prevê R$ 2,74 bilhões em operações de investimento, custeio e comercialização. A maior parte será disponibilizada pelo Banrisul (R$ 1,6 bilhão), Badesul (R$ 390 milhões) e BRDE (R$ 390 milhões). As secretarias da Agricultura, Pecuária e Agronegócio (Seapa) e de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) complementam os investimentos com R$ 390 milhões.

Com o auditório do Centro de Treinamento da Emater lotado de representantes de movimentos sociais, o governador Tarso Genro afirmou que o Estado ampliou os investimentos e as ações voltadas ao campo. "A agricultura familiar do Rio Grande do Sul e o cooperativismo estão em alta, pois contribuem enormemente com o PIB. E mais do que isso, distribuem renda no território e melhoraram a situação de vida de 380 mil famílias aqui no Estado".

Junto do ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, e de secretários de Estado, o chefe do Executivo explicou a escolha da cidade para o lançamento do Plano Safra. "A agricultura familiar no Rio Grande do Sul tem uma expressão não só econômica e social, mas de combate às desigualdades territoriais. Decidimos por Canguçu porque aqui é uma das regiões mais afetadas por esta desigualdade territorial".

Rosseto fez um balanço das principais ações do MDA e destacou a ampliação das linhas de crédito. O ministro garantiu que o Estado é o maior captador de financiamentos, com 269 mil contratos. "Estamos preparados para oferecer até R$ 5 bilhões para garantir 100% das demandas da agricultura familiar no RS". Os governos estadual e federal assinaram ainda convênios que garantem assistência técnica e extensão rural a mais de 4 mil famílias no Estado. Com investimentos previstos de R$ 20 milhões, os convênios têm duração de três anos. O ministro entregou ainda um caminhão para o município.
Meta
Com mais da metade das ações (37) direcionadas ao desenvolvimento territorial e ao combate às desigualdades regionais, o Plano Safra deste ano tem a meta de beneficiar 300 mil famílias. Secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Elton Scapini disse que os números positivos conquistados pelo Rio Grande do Sul, que registrou alta do PIB de 3,2% no primeiro trimestre, são resultado do trabalho no setor. "O Plano Safra é bom para os nossos agricultores, mas também para a economia do Rio Grande do Sul".

Scapini apresentou as principais políticas desenvolvidas pela pasta. Ele destacou os investimentos previstos para melhorar a energia no campo, o apoio à agricultura familiar e camponesa, o programa de regularização fundiária e assistência técnica no campo. O secretário disse que o alinhamento dos Planos Safras estadual e federal atende públicos diversos, como indígenas, quilombolas e pescadores. "Houve investimentos na qualificação da reforma agrária e dos assentamentos".

Crédito
Ao ressaltar que o Brasil dobrou a produção no campo na última década, o secretário de Agricultura, Pecuária e Agronegócio, Claudio Fioreze, explicou que o Plano Safra gaúcho prioriza a produção com renda e inclusão social. Fioreze afirmou ainda que a quarta edição do programa consolida uma política de governo que visa atender às demandas do agricultor e das comunidades.

Ele explicou as diferenças entre os Planos Safra estadual e nacional. "Enquanto o nacional é mais focado em crédito, políticas de garantia de preços, que são importantes, o safra estadual tem um conjunto de medidas que fazem com que esse crédito chegue [ao produtor] e seja aplicado com assistência técnica, buscando a orientação da pesquisa agropecuária, e vão se traduzindo em investimentos que dialogam com a qualidade de vida".

Após o lançamento do Plano Safra, o governador ainda visitou o Centro de Inclusão Digital, que disponibiliza computadores com acesso à internet para agricultores.

Fonte: Governo do Rio Grande do Sul

Rua Apassul, 10, Bairro São Geraldo
Passo Fundo - Rio Grande do Sul - CEP 99025-130
Fone: (54) 3314-1799 / Fax: (54) 3314-6123
apassul@apassul.com.br