Associação dos Produtores e Comerciantes de Sementes e Mudas do Rio Grande do Sul

Quinta-feira, 14/12/2017. Boa noite. Seja Bem-vindo(a)!

Bolsa de Sementes

Consulte aqui a disponibilidade de sementes de nossos associados.

Legislação

Consulte aqui a legislação sementes/agrícola.

Associados

Área Restrita.

Esqueceu a senha?

APASSUL apresenta dados de pesquisa sobre tratamento industrial de sementes na safra 2013/2014 - 31/07/2014

Os resultados obtidos pelo Projeto Tratamento de Sementes na safra de soja 2013/2014 foram apresentados em evento realizado no dia 22 de julho de 2014 na sede da APASSUL (Associação dos Produtores e Comerciantes de Sementes e Mudas do RS), em Passo Fundo.

Estiveram presentes associados da entidade, patrocinadores do projeto e empresas de químicos que participaram dos experimentos.

“Vários associados da APASSUL estão aderindo ao tratamento industrial de sementes; por isso, nada mais coerente do que fornecer informações para apoiá-los”, afirma o coordenador do projeto, Jean Carlos Cirino, da APASSUL.

Esta foi a segunda safra consecutiva que a pesquisa, idealizada pela APASSUL, foi realizada. O objetivo é avaliar em laboratório e a campo os principais produtos disponíveis no mercado para a cultura da soja.

Nesta segunda etapa, o projeto foi incrementado. Foram realizadas avaliações com lotes de sementes de alto e baixo vigor para observar se os produtos apresentam interferência diferente em sementes com alta e baixa qualidade fisiológica.

De acordo com Cirino, os experimentos devem continuar sendo realizados, sempre buscando o aprimoramento das metodologias de trabalho. “Na próxima safra, devemos aprofundar a pesquisa sobre inoculantes”, relata o engenheiro agrônomo da APASSUL.

Foram conduzidos experimentos com um grupo de sementes tratadas com fungicidas e inseticidas, e outro com fungicidas, inseticidas e bioativadores. Os ensaios a campo foram feitos em Passo Fundo, Cruz Alta e São Luiz Gonzaga com o objetivo de avaliar estabelecimento inicial e rendimento final. Em laboratório de análise de sementes, a proposta foi verificar a possível interferência dos produtos na qualidade fisiológica das sementes.

“Foram raros os casos que tratamentos químicos ou bioativadores melhoraram a qualidade fisiológica da semente”, explica Jean Carlos Cirino. “Por isso, o produtor deve buscar produtos que protejam a semente, com o objetivo de manter a qualidade já existente”.

O Projeto Tratamento de Sementes foi idealizado pela APASSUL e executado com o apoio da CCGL Tec, Fundação Pró-Sementes, Universidade de Passo Fundo (UPF) e Unilab. Contou com o patrocínio de Agrichem, Basf, Bayer, Bio Soja, Dimicron, Forquímica, FMC, Nortox, Produquímica, Fizobacter e Ubyfol.

Rua Apassul, 10, Bairro São Geraldo
Passo Fundo - Rio Grande do Sul - CEP 99025-130
Fone: (54) 3314-1799 / Fax: (54) 3314-6123
apassul@apassul.com.br