Associação dos Produtores e Comerciantes de Sementes e Mudas do Rio Grande do Sul

Quarta-feira, 13/12/2017. Bom dia. Seja Bem-vindo(a)!

Bolsa de Sementes

Consulte aqui a disponibilidade de sementes de nossos associados.

Legislação

Consulte aqui a legislação sementes/agrícola.

Associados

Área Restrita.

Esqueceu a senha?

Expectativa é de clima favorável à cultura do arroz nos próximos meses - 23/10/2014

O produtor de arroz gaúcho deve aproveitar os próximos dias para acelerar o preparo do solo e os trabalhos no campo. O momento mais crítico do clima para a safra de arroz deste ano, devido às chuvas intensas, que provocaram uma desaceleração no plantio, já deve ter ocorrido, aponta o meteorologista da Fepagro e consultor do Irga, Glauco Freitas. Segundo ele, neste final de primavera e no decorrer do verão 2014/2015, a cultura do arroz deve ser uma das mais beneficiadas.

Os últimos estudos realizados pelo meteorologista indicam uma tendência de diminuição nos volumes médios de precipitação no Rio Grande do Sul no período do verão - de 1961 a 2013 - em épocas de El Niño Modoki com 401 mm, média climática com 404 mm e o El Niño 467 mm. “O mês que registrou menor volume de precipitação foi janeiro, justamente quando grande parte das lavouras de arroz necessita de tempo seco e com maior incidência de radiação de onda curta”, diz Freitas.

O meteorologista explica que a provável ocorrência do EL Nino Oscilação Sul (ENOS) preocupa o produtor, pois o fenômeno na maioria das vezes é pouco favorável à produção do arroz. “O ENOS se configura quando ocorre uma combinação de aquecimento anormal do Oceano Pacifico - chamado de El Niño – que estão associadas com as variações no campo de pressão ao nível médio do mar entre as estações de Darwin (12.4S-130.90E) localizada no norte da Austrália e Tahiti ( 17.5 S-149.6W) situada no Oceano Pacífico Sul, definido de Oscilação Sul.

O que se observa agora é a formação de El Nino não canônico descoberto em 2007, chamado de MODOKI, que para os japoneses significa “Semelhante, mas Diferente”. “Neste momento, independente de qual tipo de El Niño aconteça, existe a probabilidade de ocorrer em 60%, mas esta probabilidade diminui a cada rodada dos modelos”.

O período entre os dias 22 e 27 de outubro, o tempo irá favorecer o preparo do solo e o plantio do arroz. Há previsão de chuva fraca, somente para o Litoral Norte, o que não deve atrapalhar o preparo da lavoura. Para o mês de novembro, a previsão é de janelas com boa sequência de dias secos e quentes em grande parte das regiões, especialmente na planície costeira interna e externa e parte da Campanha e Depressão Central, o que deve ajudar a finalizar o preparo do solo e do plantio.

Isto não significa entretanto que não haverá episódios de chuva intensa muito localizada e temporal no mês. Em dezembro, há previsão de chuvas com volume dentro e acima da média, principalmente na Fronteira Oeste, Campanha e Zona Sul. As chuvas devem ser mal distribuídas ao longo do mês, com volumes intensos concentrados em curto período de tempo. Nas demais regionais, ficam dentro e abaixo da média.

Em janeiro, caso se confirme a condição de El Niño Modoki, o levantamento dos dados históricos e de alguns modelos, deve ocorrer pouca chuva, com boa incidência de radiação de onda curta, condições que favorecem o bom desenvolvimento das cultivares de arroz. Em novembro, são esperadas temperaturas mais altas entre 1°C e 1,5°C que a normal climatológica na maioria das regiões do Estado. Dezembro e janeiro, grande possibilidade de ondas de calor intensas, deixando as temperaturas de 1,5°C e 2,5°C acima da média.

Fonte: Irga

Rua Apassul, 10, Bairro São Geraldo
Passo Fundo - Rio Grande do Sul - CEP 99025-130
Fone: (54) 3314-1799 / Fax: (54) 3314-6123
apassul@apassul.com.br