Associação dos Produtores e Comerciantes de Sementes e Mudas do Rio Grande do Sul

Quarta-feira, 28/06/2017. Boa noite. Seja Bem-vindo(a)!

Bolsa de Sementes

Consulte aqui a disponibilidade de sementes de nossos associados.

Legislação

Consulte aqui a legislação sementes/agrícola.

Associados

Área Restrita.

Esqueceu a senha?

Presidente da APASSUL conhece sistema de produção de sementes dos EUA - 21/11/2014

Entre os dias 1º e 08 de novembro de 2014, o presidente da APASSUL (Associação dos Produtores e Comerciantes de Sementes e Mudas do Rio Grande do Sul), Efraim Fishmann, participou de uma viagem aos Estados Unidos promovida pela ABRASS (Associação Brasileira dos Produtores de Sementes de Soja).

O grupo, formado por 15 produtores de sementes de soja do Brasil e três representantes de empresas obtentoras detentoras de germoplasma, teve como objetivo conhecer o sistema americano de produção e comercialização de sementes. Em uma semana, foram visitadas 8 empresas de sementes norte-americanas, todas com trabalho voltado para as culturas de soja e milho, inclusive com melhoramento genético.

Em Chicago, eles tiveram a oportunidade de conversar com um consultor que comercializa genética de grandes empresas de biotecnologia e com um representante de uma empresa de pesquisa do mercado agrícola. Em St. Louis, foram recebidos por uma equipe técnica da Monsanto, que apresentou as instalações de pesquisa da empresa e as novidades em termos de biotecnologia.

Os brasileiros também conheceram três novos eventos em biotecnologia que estão em fase de desenvolvimento e aguardando as liberações internacionais: RR Xtrend, da Monsanto, para a soja, Balance GT, da Bayer, e Enlist, da Dow AgroSciences, ambas para as culturas de soja e milho.

Entre os pontos que mais chamaram a atenção, Fishmann destaca o fato de que os produtores de sementes norte-americanos também se dedicam a pesquisa e desenvolvimento em germoplasma, o que resulta na obtenção de novas cultivares. Além disso, todas elas trabalham com as culturas de milho e de soja. “A grande maioria dessas empresas foi absorvida por multinacionais de químicos”, complementa o presidente da APASSUL.

Além disso, Efraim Fishmann ressalta que a legislação dos EUA protege os direitos dos proprietários das patentes. “Não há bolsa branca, todos pagam royalties e o dinheiro retorna ao produtor rural na forma de novas cultivares”, comenta. Nesse sistema, os agricultores têm uma grande variedade de materiais disponíveis, mudando com muita frequência as cultivares utilizadas em suas lavouras. “Os produtores norte-americanos colhem os benefícios dos investimentos em tecnologia”, conclui o presidente da APASSUL.

Fonte: Assessoria de imprensa APASSUL

Rua Apassul, 10, Bairro São Geraldo
Passo Fundo - Rio Grande do Sul - CEP 99025-130
Fone: (54) 3314-1799 / Fax: (54) 3314-6123
apassul@apassul.com.br